Deprecated: implode(): Passing glue string after array is deprecated. Swap the parameters in C:\xampp\htdocs\fabriciolima\wp-content\plugins\crayon-syntax-highlighter\util\crayon_util.class.php on line 73
Managed Instance (#10) – Consigo criar Linked Server? – Fabricio Lima | Consultoria e Treinamento SQL Server
Loading…

Managed Instance (#10) – Consigo criar Linked Server?

Fala Pessoal,

Esse é mais um post da série sobre o Azure SQL Database Managed Instance. Caso ainda não tenha visto, seguem os posts anteriores:

 

No Azure SQL Database não era possível criar Linked Server e isso era um problema que algumas empresas tinha que se adaptar antes de uma migração para o Azure.

Contudo, no Managed Instance já conseguimos criar Linked Server conforme vamos ver nesse post.

Nessa figura abaixo podemos ver uma instancia do MI e uma instância de uma VM que tenho na mesma rede do MI. Isso é muito importante, pois assim como em nosso ambiente hoje, para se criar um LS os servidores devem se comunicar.

O processo de criação de um LS é o mesmo que no seu SQL Server On Premise, então  vou pular alguns passos.

Vou criar um Linked Server do meu MI para a minha máquina virtual no Azure:

 

Server Object-> Botão direito em LS -> New Linked Server abre a tela abaixo:

O tipo que vou criar é SQL Server e coloquei o IP da minha VM no Azure (157.55.192.186).

Em seguida na aba Security devemos colocar o usuário que será utilizado para logar na Vm e fazer os acessos via LS:

Feio isso, nosso LS já está criado conforme print abaixo:

 

Vamos testar?

Segue abaixo um select executado no meu MI acessando uma tabela da base TeamFabricioLima que está criada na minha VM.

 

Pronto. LS criado e funcionando.

Menos uma limitação para você migrar para o Managed Instance.

E o contrário, funciona Fabrício?

R: Sim.

E digo mais, conseguimos criar um LS até para fazer leitura no servidor secundário caso tenha contratado um MI Business Critical.

Segue teste abaixo onde da minha VM fiz uma consulta via LS no meu MI e outra consulta para outro LS apontando para a réplica Read only do meu MI:

 

WOW!!! Quer dizer que consigo separar a carga da minha produção no MI e mandar consultas para outra instância secundária?

R: Sim. Mas vamos testar isso com mais detalhes em posts futuros.

Tenho muita coisa ainda para testar e compartilhar com vocês.

Gostou dessa Dica?

Curta, comente, compartilhe…

Assine meu canal no Youtube , curta minha página no Facebook  ou siga nossa página no Instagram para receber Dicas de Leituras, Vídeos e Eventos sobre SQL Server.

Até o próximo post.

Abraços,

Fabrício Lima

Microsoft Data Platform MVP

Consultor e Instrutor SQL Server

Trabalha com SQL Server desde 2006

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: