Loading…

Eu preciso dar um sp_recompile em uma procedure após alterá-la?

Fala Pessoal,

Você já ouviu alguém dizer que quando se altera uma procedure devemos dar um sp_recompile nessa SP?

Até essa semana eu acreditava realmente que isso era necessário. O argumento que me deram quando eu aprendi e que eu mesmo respondia para alguém quando era questionado sobre o motivo de executar a sp_recompile em uma procedure após alterá-la era o seguinte:

“Quando alteramos uma procedure devemos executar o sp_recompile nessa procedure para forçarmos uma recompilação do seu plano de execução que pode ter sido alterado com a manutenção que foi realizada nessa procedure.”

Realmente, faz todo o sentido, pois ao alterarmos uma procedure podemos incluir ou excluir uma query, o que com certeza altera o plano de execução dessa procedure. Entretanto, realizando a leitura do meu livro SQL Server 2008 Internals, eu li que a execução do comando ALTER PROCEDURE exclui o plano dessa procedure do cache. Na mesma hora veio a voz do Silvio Santos na minha cabeça: “Ma ma eu só acreditoooo… veeeendoo, hi hiiii”.Então subi minha Vm para realizar meus testes.

Inicialmente, criei uma tabela e populei a mesma com 1000 registros.

Em seguida criei duas procedures para realizar os testes.

Com a query abaixo podemos ver quais os planos de execução estão em cache. Chamarei essa query de QUERY A para referenciar as execuções posteriores da mesma.

Neste momento, essa query não retorna nenhum registro. Entretanto, após a execução do script abaixo.

Executando a QUERY A novamente temos o seguinte resultado.

FIGURA 1

Podemos claramente verificar no valor da coluna Usecounts que o mesmo plano de execução da stpConsulta_Vendas foi utilizado 4 vezes, sendo duas chamadas diretas e duas chamadas de dentro da stpConsulta_Vendas_2. Já o plano de execução da stpConsulta_Vendas_2 foi utilizado as duas vezes que foi chamado explicitamente.

Agora que é a hora da verdade, vamos alterar nossa procedure e ver se o planos de execução será eliminado do cache.

Executando a Query A, temos o seguinte resultado.

FIGURA 2

Logo, o plano de execução da procedure stpConsulta_Vendas que havia sido executado 4 vezes foi removido do cache. Com isso, confirmamos o fato de que quando alteramos uma procedure, o plano de execução dessa procedure já é excluído do cache automaticamente, não necessitando assim de executarmos o comando sp_recompile para essa procedure.

Aproveitando, vamos executar o comando sp_recompile para a stoConsulta_Vendas_2 para visualizarmos que o plano de execução dessa procedure também será excluído do cache.

exec sp_recompile stpConsulta_Vendas_2

Executando novamente a QUERY A é possível identificar que o plano de execução dessa procedure também foi retirado do cache.

Em suma, a partir de agora nunca mais executarei um sp_recompile após alterar uma procedure. Vivendo e aprendendo.

 
Gostou desse Post?

Cadastre seu e-mail para receber novos Posts e curta minha Página no Facebook para receber Dicas de Leituras e Eventos sobre SQL Server.

Abraços,

Fabrício Lima

MCITP – Database Administrator

Consultor e Instrutor SQL Server

Trabalha com SQL Server desde 2006

8 thoughts on “Eu preciso dar um sp_recompile em uma procedure após alterá-la?

  1. Fabricio,Ótima dica, também estou lendo o SQL Server 2008 Internals e estou gostando muito!.Dicas valiosas como essas, são indispensáveis!Abraço..

  2. Fabricio,Muito legal seu post, serviu inclusive como referencia para um treinamento que ministrei de SQL Server 2008 em Natal/RN. Realmente o SQL Server 2008 Internals abre a cabeça da gente para a "verdade" com informações verdadeiras e não as suposições muitos livros e blogs apresentam.Aproveita que voce está lendo o Internals, marca um treinamento com a Kellen Delaney. 🙂 Depois é tirar o MCM e correr para o abraço.Saudações,Alexandre Lopes

  3. Valeu Alexandre… Realmente, ele acaba com muitos mitos que eu acreditava…. E olha que eu só li uns 3 capitulos dele até agora…Ja combinei com minha amiga Kellen o curso… rsabraços

  4. No 2005 já tive de recompilar uma procedure que foi trocado os parâmetros de entrada e a procedure continuava a receber os parâmetros velhos, acho que na versão 2008 em diante devem ter melhorado, evitando assim a necessidade de recompilar os objetos.

  5. Boa tarde Fabrício, gostaria de tirar uma duvida sobre recompile, eu tenho uma instância com SQL server 2008 R2 e com databases com nível de compatibilidade SQL 2005, por algum motivo no passado foi criado um Job para ficar fazendo recompile de varias procedures de hora em hora que por sua vez minimizou os problemas que tínhamos no passado! Agora mudamos o nível de compatibilidade dos databases de 2005 para 2008 R2, e ainda sim mantivemos o Job de recompile sendo executado, porem após a mudança de nível de compatibilidade começamos a ter problemas de performance, será que com o banco em nível correto de acordo com a instância que é 2008 R2 o recompile constante esta gerando este problema de performance ? será que agora eu deveria parar de fazer o recompile já sabendo que todos os databases estão no nível do SQL 2008 R2, será que o recompile influencia diretamente na performance ?

    1. Olá,

      Conforme respondi no grupo do whatsapp, seu problema parece ser a mudança de versão do otimizador do SQL Server e não o recompile.

      Para confirmar teria que comparar os planos das procedures envolvidas nas duas versões.

      espero ter ajudado

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: