Aguarde… Carregando

Série de Posts sobre Database Mirroring

Olá Pessoal,

Em meu ambiente de trabalho, começamos a estudar a implementação da solução de Database Mirroring para DR e HA, pois o meu foco principal nesse momento é não ter nenhuma perda de dados e a solução de database Mirroring me garante isso.

Aí alguém pode falar assim: “Implementar um Database Mirroring não tem mistério, é só seguir um Wizard que em 2 minutos está tudo configurado! Qualquer um pode fazer!!!“.

Concordo que a configuração de um Database Mirroring é muito simples mesmo, entretanto, será que qualquer um saberia responder aos questionamentos abaixo:

  • Quais os impactos que um Database Mirroring pode causar?
  • Em que situação um Database Mirroring pode parar seu servidor de produção, mesmo não acontecendo nenhum problema com ele?
  • Como que analiso o desempenho de um Database Mirroring?
  • Quais alertas posso ter na configuração de um Database Mirroring?
  • Como altero os status de um Database Mirroring?
  • O que eu preciso fazer após um Failover de um Database Mirroting?
  • … Existem outros N questionamentos que você deve conhecer antes de implementar um database mirroring em produção.

COMO SOU UM DBA MUITO MEDROSO, antes de implementar essa solução em produção, estudei bastante sobre o Database Mirroring, motei uma VM com 3 instâncias para a realização de testes e documentei uma série de aprendizados que tive com esses testes. Com isso, resolvi postar aqui no blog os testes que fiz e algumas conclusões que eu tive.

Sei que com a chegada do SQL Server 2012, a solução de Database Mirroring será substituída na maioria dos ambientes pela solução de AlwaysOn do SQL Server 2012. Contudo, muita gente ainda utilizará o Database Mirroring por bastante tempo no ambiente de produção, assim, esses posts serão de bastante ajuda.

O objetivos desses posts não é explicar a teoria do Database Mirroring, mas sim mostrar uma série de acontecimentos que podem ocorrer durante a configuração de um Database Mirroring.

Existem uma série de posts na internet que já explicam o que é e como se configura um Database Mirroring. Segue um post completo do MCDBABrasil com um exemplo de configuração de um Database Mirroring via Wizard e via T-SQL.

Database Mirroring – Configurando Alta Disponibilidade no Banco de Dados

Nesse momento, já vou supor que você já saiba configurar um Database Mirroring e conheça seus conceitos básicos. Nos próximos posts começarei a realização de uma série de testes com as diferentes configurações que podemos ter em um Database Mirroring.

Espero que sejá útil para vocês, assim como foi muito útil para mim como forma de aprendizado.

Gostou desse Post?

Cadastre seu e-mail para receber novos Posts e curta minha Página no Facebook para receber Dicas de Leituras e Eventos sobre SQL Server.

Abraços,

Fabrício Lima

MCITP – Database Administrator

Consultor e Instrutor SQL Server

Trabalha com SQL Server desde 2006

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: